Arte Digital

Arte interactiva
O que a é arte interactiva?

A arte interactiva é uma manifestação artística que envolve, de alguma forma, a participação do público. Na maioria dos casos, o público anda pela obra que poderá ser esculturas ou instalações. Noutros trabalhos o público pode até vestir a obra de arte. Muitos destas obras, incluem computadores e sensores para responder a movimento, sons, calor ou outro tipo de estimulo.
Normalmente as obras de arte electrónica são muito interactivas, fazendo o espectador navegar por hipertexto e fazendo com que a participação do mesmo influencie a obra.
Sumarizando, este tipo de arte distingue-se pelo dialogo entre a obra de arte e o espectador. Este tem de interagir na peça de alguma forma.
Este tipo de arte não explora só o mundo artístico, como também, o mundo das tecnologias, pois com o uso das tecnologias é mais fácil envolver o público na obra. Os artistas exploram diversas tecnologias cativantes para o público, tais como: vídeos, laser, novas formas de interacção aliados a contextos sociais, como a critica social e politica.
Algumas exibições de arte interactiva:
• “Prix Ars Electrónica”, exibição anual na Áustria
• “DEAF”, festival na Holanda
• “Transmediale”, na Alemanha
• “AV Festival” na Inglaterra.

História
Para falar sobre o início da arte interactiva é importante focar primeiro a arte participativa. Muitas pessoas pensam que a ideia da participação do público começou com o aparecimento da tecnologia digital porém isso não é verdade. O desenvolvimento deste novo conceito de participação do público na arte, começou no inicio do século xx.
É com a vanguarda, especialmente com as acções dadaístas que surgem as primeiras propostas de participação do espectador na obra. E é apartir dos anos cinquenta que se desenvolvem movimentos artísticos que estimulam a participação do público, como por exemplo: a Arte Cibernética dos anos 50 e 60, que usava sistemas de respostas provocadas por diferentes efeitos (som, luz, sombra, etc).
Nos anos 70 os artistas que trabalhavam na área da arte participativa, dos happenings ou da arte de acção questionavam de forma mais directa a posição do público e reflectiam como poderiam cativar o público à participação das obras. E foi assim que nasceu a Arte Interactiva. A obra de arte interactiva significa um passo a partir da teoria estética clássica, centrada no objecto de arte, gerando uma nova teoria que tem como ponto de referência o público, que cada vez mais se consolida na estética digital.






Performance Art e digital performance
A Performance Art nasceu nos anos sessenta e resulta da junção de expressões como o teatro, o cinema, a dança, a poesia, a música e as artes plásticas.. Esta forma de arte está também ligada a outras formas de expressão como o Happening e a Body art.
A performance art nasceu a partir de manifestações futuristas e foi muito usadas por artistas dadaístas e surrealistas.
Nos anos 50, a performance art influenciou diversos espectáculos realizados pelo compositor John Cage, que integrava a leitura de textos, a dança e a música.
Na década 60, a Performance Art começou a valorizar mais o corpo como suporte e meio de expressão. Muitas destas apresentações eram gravadas em fotografias, vídeos ou desenhos. Na década seguinte tornou-se cada vez mais forte a influência entre os movimentos da Arte Minimal , a Arte Conceptual e a Performance Art.
No final do século, é difícil estabelecer limites para a Performance Art que é fmuitas vezes confundida com o teatro, a música ou a dança, assumindo a designação de “Arte Viva”.
A Digital Performance, são Performances que possuíram recursos digitais para a sua execução.


Fashionable Technology
O vestuário é um aspecto da aparência física humana com uma importância social considerável. Diferentes estilos, logos e padrões são formas de expressão que dão a conhecer os nossos gostos e preferências. Porém como sabemos, a moda está sempre em constante mudança devido ao desenvolvimento de novos materiais, métodos de construção e também aos novos conceitos dos estilistas.
Os recentes avanços da Wearable Tecnology, resultaram numa variedade de tecnologias que conseguem ser integradas no vestuário (circuitos, sensores, etc.).
Desta forma, os designers de moda estão cada vez mais direccionados para as tecnologias portáteis e já começam a implementa-las nas suas peças, tais como iPods, LEDS, etc.
Muitos estilistas e artistas usam estas tecnologias para profetizar cenários provocativos e futuristas. Estes artistas prevêem que esta tendência acabará por ter um impacto social único, devido ás grandes possibilidade de auto-expressão e comunicação que estas tecnologias oferecem.




Dança Contemporânea
A Dança Contemporânea é o nome dado a uma forma de dança de concerto que surgiu no século XX.
A dança contemporânea inclui outras áreas artísticas na dança, tais como: vídeo, música, fotografia, artes plásticas, performance, cultura digital e softwares específicos, que possibilitam a modificação do que se entende como movimento, tornando movimentos reais em virtuais e vice-versa.
Desta forma, nasceu então a videodança.


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s