Música Electrónica

Nesta página, irei salientar alguns pontos importantes na história da música electrónica (desde início até à música contemporânea) e irei também publicar algumas músicas.

A música electrónica, como o próprio nome o diz, é toda a música concebida ou alterada a partir do uso de equipamentos e/ou instrumentos electrónicos (sintetizadores, gravadores digitais, computadores ou softwares de composição).

Inicialmente a música electrónica tinha uma vertente erudita, pois era criada por compositores visionários, mas ao longo dos tempos passou também a ser um elemento da música popular. Este tipo de música começou a ter mais popularidade a partir da Segunda Guerra Mundial.

Primeiros equipamentos e instrumentos importantes para a criação da música electrónica:

  • O primeiro fonógrafo foi inventado em 1857 por Leon Scott tendo sido melhorado ao longo das décadas
  •  Em 1897, surgiu o primeiro instrumento musical electoacústico, conhecido por dinamofone ou telarmónio.
  • No início do século XX surgiu o órgão, que também sofreu alterações ao longo das décadas
  • Também surgiu o teremim e o instrumento Ondas Martenot, inventado em 1928
  • Mais tarde surgiram instrumentos polifónicos, tais como o Givelet

O movimento futurista (1910):

Este movimento emergiu na Itália, pelo poeta Filippo Marinetti. O futurismo acabou por se expandir por toda a Europa. Na música revelou-se através do uso de técnicas de produção sonora não convencionais até à época, valorizando o que geralmente é considerado “barulho”.

Um dos seguidores deste movimento foi Luigi Russolo, um pintor e músico italiano. Russolo acreditava que a vida contemporânea era demasiado ruidosa e que os ruídos deveriam ser utilizados para música. Desta forma, compôs, em 1910, “The Art of Noises”, criado através de fontes sonoras no meio ambiente. Luigi criou também, vários instrumentos, incluindo o intonarumori (conjunto de instrumentos que produzem ruído). Russolo é considerado o primeiro teórico da música electrónica.

Edgard Varèse

O compositor Edgard Varèse, era francês mas passou mais de metade da sua carreira nos EUA. Este foi pioneiro na exploração de novos conceitos de expressão musical, inventando o “som organizado”, ou seja, Varése defendia que determinados timbres e ritmos podiam ser agrupados. Desta forma, a musica de Varése enfatiza sobretudo, o timbre e o ritmo.

Varèse influenciou os compositores mais importantes do final do século XX. A sua utilização de novos instrumentos e recursos electrónicos levou-o a ser conhecido como o “Pai da Música Electrónica”.

Novos equipamentos magnéticos

Darius Milhaud e Percy Grainger usaram a gravação e reprodução em vinil para modificar sons, através da variação da velocidade da leitura. Hindemith importou-se particularmente com a reprodução totalmente digital de sons geralmente obtidos por instrumentos acústicos. Na década de 1930, salienta-se a evolução nos sistemas de gravação. Ocorreu a invenção do magnetofone, que utilizava fitas plásticas impregnadas de partículas de ferro.

Década de 1940 e 1950: música concreta e Elektronische Musik

A segunda guerra mundial impulsionou o desenvolvimento tecnológico de diversas formas, que se revelaram importantes no campo da música electrónica.

Estabeleceram-se duas diferentes correntes na música electroacústica que permaneceram durante toda a segunda metade do século XX: a corrente da música concreta e a Elektronische Musik.

O termo electroacústica designa a música de instrumentos acústicos gravados, cujas gravações podem ser manipuladas, combinadas, montadas e sobrepostas.

Desenvolvimentos dos franceses

O grupo de musica electrónico foi impulsionado por Pierre Schaeffer, engenheiro electrotécnico, criador do conceito de música concreta. Este grupo foi responsável pela primeira “mixagem” Nessa época, Paul Boisselet realizava experimentos com osciladores electrónicos.

As primeiras composições de Schaeffer, que incluíam a manipulação sonora por meio da variação da velocidade, tinham um efeito musical fraco, incoerente pela sua natureza fragmentária.

Mais tarde, com a melhoria da tecnologia, o compositor Pierre Henry e o engenheiro Jacques Poullin, fundaram em 1958 o Groupe de Recherches Musicales. E surgiram as primeiras composições de resultado satisfatório.

Pierre Henry

Pierre Henry, nasceu em Paris em 1927, é um compositor francês, pioneiro da música electrónica. Inicialmente, Henry trabalhou num estúdio da RTF, criado por Pierre Shaeffer. Pierre escreveu a peça Symphonie pour un homme seul, com a colaboração de Shaeffer. Henry compôs a primeira música concreta a surgir num filme comercial e também compôs para vários filmes e ballets. A sua obra mais famosa é o álbum experimentar: Messe pour le temps present (1967). Uma das músicas deste álbum “Psyché Rock”, inspirou o tema da serie Futurama.

Curso de verão de Darmstadt

Como resultado do desacordo gerado entre franceses e alemães, no curso de Verão de (1951), Schaeffer criou o ensaio Esquisse d’un solfège concret. Os seus estudos levaram-no à publicação, em 1966, de um trabalho onde Schaeffer estabeleceu 33 critérios de classificação divididos pelas três dimensões fundamentais do fenómeno sonoro – o plano harmónico, o plano dinâmico e o plano melódico.

Embora Shaeffer tenha efectuado estudos aprofundados nesta área, só conseguiu meras ligações passageiras com compositores como Boulez, Messiaen, Milhaud, Varèse e Stockhausen, provavelmente devido aos resultados sonoros pouco refinados.

Enquanto as técnicas de processamento electrónico se tornavam mais populares, os princípios de música concreta perdiam prosperidade. Isto fez com que Schaeffer muda-se para uma perspectiva mais universal – aproximação ao conceito da Elektronische Musik.

No inicio da década de 60, Henry fundou o seu próprio estúdio, que começava já a usar computadores, pondo fim ao império de Schaeffer.

No curso de Darmstadt, os cientistas Robert Beyer e Meyer-Eppler fizeram estudos sobre a síntese sonora electrónica que despertou interesse a compositores da época, tais como Herbet Eilmert. Estes três homens formaram uma associação que, com o apoio do director técnico da Rádio de Colónia, foi pioneira na criação de um estúdio de música electrónica na Alemanha.

As primeiras experiências musicais, apresentadas em Paris, (1952) apresentam a utilização de técnicas de serialismo integral (baseia-se numa série para ordenar todos os parâmetros do som em uma peça), entre outros. Estes processos de composição foram impulsionadores do desenvolvimento da síntese electrónica, com o intuito de poder manipular, individualmente, cada uma das propriedades dos sons.

Raymond Scott

Raymond Scott, pseudónimo de Harry Warnow, nasceu em 1908 e morreu a 1994. Foi um compositor, musico e inventor dos EUA. Scott foi pioneiro na invenção de equipamentos para produção de música electrónica. Nasceu em Brooklyn, numa família de imigrantes. O seu irmão, Mark Warnow, que era maestro, violinista, foi quem encorajou a sua carreira musical.

As músicas de Scott foram adaptadas por Carl Stalling, de forma a serem banda sonara em mais de 120 clássicos de Bugs Bunny, Porky Pig, Daffy Duck e outras animações da Warner Bros, Looney Tunes e Merrie Melodies. As canções dele também podem ser ouvidas em doze episódios de Ren & Stimpy (onde foram usadas suas gravações originais) e também nos Simpsons, Duckman, Animaniacs, The Oblongs e Batfink.

Karlheinz Stockhausen

Karlheinz Stockhausen (1928-2007) foi um compositor alemão de música contemporânea. Foi amigo de Pierre Boulez e ambos estudaram com o compositor Olivier Messiaen.

É considerado um dos maiores compositores do final do século XX pois criou trabalhos artísticos de grandiosidade indiscutível. As suas composições musicais revolucionaram a percepção de ritmo, melodia e harmonia. De suas obras mais ambiciosas destacam-se o quarteto de cordas com helicópteros (Helikopter-Streichquartett) (que é tocado com estes instrumentos mesmo: um quarteto de cordas e quatro helicópteros), e a ópera Licht baseada em textos sânscritos e budistas.

Desenvolvimentos de Stockhausen

Stockhausen foi um dos compositores que estabeleceu uma longa ligação com o estúdio pioneiro de música electrónica na Alemanha. Lá, realizou muitas das suas obras, entre elas os Studier I e II. Kontakte (1950-1960) é uma das obras mais importantes de Stockhausen, que combina sons electrónicos com a execução, em tempo real, de partes para piano e percussão.

Em 1956, o músico compôs Gesang der Jünglinge, o primeiro trabalho de grande porte do estúdio de Colónia, baseado em um texto do Livro de Daniel. A obra é citada como inaugural da música eletroacústica. Paralelamente, um desenvolvimento tecnológico importante foi a invenção do sintetizador Clavivox por Raymond Scott e auxílio de Robert Moog.

Curiosidades:

  • Numa rara declaração pública, comparou os atentados de 11 de Setembro de 2001 nos Estados Unidos a uma grandiosa obra de arte, causando polémica.
  • O compositor esteve várias vezes em Portugal, a última vez foi em 2007, no concerto de encerramento das celebrações dos cinquenta anos da Fundação Calouste Gulbenkian

Erase-record-replay

A tecnologia erase-record-replay foi criada inicialmente para a criação de eco, foi aí explorada de outras formas tais como na criação de loops. Outros compositores, tais como Brün, Hambräus, Heiss, Kagel, Koenig, Ligeti e Pousseur contribuíram para a extensa produção do estúdio de Colónia. Estes criadores de electronische musik, constituíram a face oposta à corrente francesa da música concreta, complementando-se no desenvolvimento da electroacústica até meados da década de 1960.

Música computacional

Emerge o termo da música computacional, gerada com o auxílio de um computador. É também um ramo de estudo que examina tanto a teoria quanto a aplicação de tecnologias na área de música. A primeira composição de computador foi gerada na Austrália por Geoff Hill no computador CSIRAC.

O trabalho de Max Mathews nos Laboratórios Bell originou o importante programa de computador MUSIC I.

Expansão Mundial

A partir da década de 1950, muitos grupos de pesquisa desse novo ramo de música desenvolvido por franceses e alemães espalhavam-se pelo mundo. A intensificação das pesquisas originou em novos instrumentos, como um sintetizador controlado por uma fita de papel perfurado, iniciando a era dos sintetizadores.

Adopção pela música popular

Apesar da música electrónica ter começado a partir de composições clássicas, esta passou a ser adoptada pela cultura popular. Um dos primeiros exemplos é o tema para televisão da serie Doctor Who, em 1963.

No final da década de 1960 Wendy Carlos propagou a música de sintetizador com os dois excelentes álbuns, Switched-On Bach e The Well-Tempered Synthesizer.

Muitos músicos como Keith Emerson do Emerson Lake and Palmer começaram a usar os equipamentos, inclusive em turnê. O teremim elétrico foi usado em “Good Vibrations” do The Beach Boys, o mellotron foi usado em “Strawberry Fields Forever” do The Beatles e o pedal de volume foi usado em “Yes It Is”.

A tecnologia evoluiu e os sintetizadores tornaram-se mais baratos, desta forma foram adquiridos por inúmeras bandas de rock, tais como The Silver Apples e Pink Floyd, usaram os equipamentos como substitutos ao órgão.

John Cage

John Cage (nasceu a 1912 e morreu em 1992) foi um compositor, poeta, pintor, escritor e teórico musical experimentalista. A sua peça mais famosa é a 4”33. Foi composta em 1952, a peça baseia-se em 4 minutos e 33 segundos de silêncio.

Cage nasceu na Califórnia e foi um investigador constante. A sua matéria-prima é o quotidiano; as suas obras elevam o ruído e o silêncio a música. Cage procurou novas estruturas musicais, até descobrir que não precisava delas. Foi um dos primeiros a escrever sobre a “música de acaso”, também conhecido por música aleatória, onde alguns elementos eram deixados ao acaso. Cage também foi um pioneiro na música electrónica que influenciou artistas de todo o mundo.

Iánnis Xenákis

Iánnis Xenákis, nasceu em Brăila em 1922 e morreu em Paris em 2001. Xenákis foi um engenheiro, arquitecto, teórico romeno. É um dos mais famosos compositores do século XX.

As suas obras mais importantes são: “Metastaseis” (1953), para orquestra, obras de percussão como: “Psappha” (1975) e “Plêiades” (1979)e peças electrónicas criadas com o sistema Xenakis UPIC.

Como arquitecto, Xenakis é conhecido pelo seu trabalho em Le Corbusier: a Sainte Marie de La Tourette e pelo Pavilhão Philips na Expo 98.

Xenakis nasceu na Roménia de pais gregos e ele e os seus pais retornaram à Grecia quando tinha 10 anos. Estudou engenharia em Atenas mas os seus estudos foram interrompidos pela ocupação nazista. Em 1945 foi ferido por um obus que fez com que perdesse um olho e ficasse com parte do rosto desfigurado. Em 1946 finalizou o seu curso mas foi condenado à morte devido ao seu activismo político contra os nazis, fugindo para França em 1947. Em 1948 começou a trabalhar no estúdio do fmoso arquitecto Le Corbusier.

Em 1956, publicou sua teoria da música estocástica, baseada principalmente na teoria dos jogos de John von Neumann.

Seu livro “Formalized Music: Thought and Mathematics in Composition” é considerado como um dos mais importantes trabalhos teóricos sobre música do século passado.

György Sándor Ligeti

György Sándor Ligeti, nasceu em Viena em 1923 e morreu a 2006, foi um importante compositor de música erudita do século XX. Sua obra mais famosa é a ópera Le Grand Macabre também é conhecido pelas bandas sonoras dos filmes 2001: Uma Odisséia no Espaço e Eyes Wide Shut.

Ligeti recebeu suas primeiras aulas musicais no conservatório de Cluj/Kolozsvár, no centro da Transilvânia.A sua educação parou em 1943 quando, por ser judeu, foi obrigado a trabalhar para os nazistas. Seus pais, seu irmão e outros parentes foram deportados para o campo de concentração de Auschwitz, onde foram executados. A sua mãe foi a única que sobreviveu.

Ao fim da Segunda Guerra Mundial, Ligeti voltou a estudar, em Budapeste, licenciando-se em 1949. Em 1956, mudou-se para Viena e tornou-se cidadão austríaco. Na Áustria entrou em contacto com diversas figuras da música erudita, tais como Karlheinz Stockhausen e Gottfried Michael Koenig.

Ligeti, produziu pouca música totalmente electrónica, concentrando-se mais nas obras instrumentais com certas nuances que lembravam a música electrónica.

Ligeti deu aulas em Darmstadt, Hamburgo, Estocolmo e Stanford. Na década de 1980, sofreu de problemas cardíacos, o que o levou a retirar-se do mundo musical por vários anos, até ter criado o Trio para Trompa, Violino e Piano (1983). Em 2000, os seus problemas de saúde reapareceram e nunca mais voltou a escrever peças.

Além da música, Ligeti também se interessou pela geometria fractal de Benoît Mandelbrot, e nas obras literárias de Lewis Carroll e Douglas R. Hofstadter.

A partir de 1983, a banda começou a tornar-se mais comercial, adquirindo uma sonoridade mais directa e por vezes pop. Salienta-se os álbuns Hyperborea (1983), Optical Race (1988) e Mars Polaris (1999).

Pink Floyd

Pink Floyd foi uma banda de rock britânica conhecida pelas suas obras de rock clássico harmónico e pelo seu estilo progressivo. O nome da banda tem origem nos músicos Pink Anderson e Floyed Council, pelos quais o fundador da banda Syd Barret era grande admirador. A banda é muito ilustre na história do rock assim como uma das mais sucedidas.

Liderada pelo lendário cantor e Syd Barrett, o grupo tinha algum sucesso na década de 1960. Porém o cantor afastou-se da banda devido a problemas com drogas.

Com a saída do cantor, o baixista e vocalista Roger Waters gradualmente tornou-se o líder e principal compositor da banda. Esta fase foi marcada pela produção de álbuns como The Dark Side of the Moon (1973), Wish You Were Here (1975), Animals (1977) e The Wall (1979). Estes álbuns que tiveram êxito mundial e apareceram em listas dos álbuns mais vendidos e populares em vários países.

Após o álbum, The Final Cut, (1983), o grupo separou-se. Porém Gilmour, juntamente com o Rick Wright e o baterista Nick Mason retomaram a banda.

Em 2 de julho de 2005, a formação mais clássica do Pink Floyd voltou a tocar, para a sua maior plateia, no concerto em Londres. Em 15 de Setembro de 2008, o Richard Wright morreu, pondo um fim ao regresso dos Pink Floyd.

Década de 70

Na década de 1970, a música electrónica foi revolucionada pela banda alemã Kraftwerk. A banda inventou um estilo de música techno totalmente produzida e tocada por meio de sintetizadores, tornando a música mais acessível ao grande público. A banda foi precursora dos estilos techno, electro e dance music. A banda foi criada por Florian Schneider e Ralf Hütter em 1970, porém trabalharam sempre com vários músicos.

Os Kraftwerk introduziram várias técnicas e equipamentos produzidos por eles que hoje são muito comuns na música contemporânea. A banda é considerada tão influente como os Beatles. As suas letras focam a vida urbana e a tecnologia.

 Outras bandas que também incluíram o som electrónico à música popular e ao rock foram Tangerine Dream, Can, Neu! e Popol Vuh.

 Tangerine Dream

Tangerine Dream também é uma banda alemã, fundada em 1967 por Edgar Froese e é considerada como uma grande banda de rock progressivo electrónico.

A carreira dos Tangerine Dream é dividida em várias fases. A primeira fase foi marcada pela inspiração nos Pink Floyd (1969 a 1973) com várias intervenções de teclados e efeitos sonoros. Nesta fase, salienta-se os discos Zeit (1972) que dispões de uma peça electrónica futurista e Atem (1973) que incluía elementos tribais.

A segunda, entre 1974 a 1982, o grupo adquiriu uma identidade muito própria com o maior e melhor utilização de teclado, sintetizadores, efeitos sonoros e ainda algumas faixas experimentais. Salienta-se os discos Phaedra (1974) e Stratosfear (1976) Cyclone (o único com vocais, de 1978) e Force Majeure (1979)

Década de 1970 e 1980

No final da década de 1970 e início da década de 1980 houve uma inovação em instrumentos de música electrónica, os sintetizadores analógicos foram substituídos por versões digitais e surgiram os primeiros samplers. Na época os samplers eram espaçosos e caros, mas em meados da década de 1980 foram inovados de modo a tornarem-se mais disponíveis aos músicos.

A música electrónica foi difundida a partir da década de 1980 através da popularização dos computadores pessoais. A partir de então o som começou a ser criado, manipulado e apresentado digitalmente. O MIDI foi criado, de modo a controlar e a sincronizar informações de áudio entre dispositivos como teclados, sintetizadores e processadores de som. O MIDI tornou-se um dos padrões mais usados na indústria informática e é aceito na maioria dos equipamentos de áudio e instrumentos musicais electrónicos.

Brian Eno

Brian Peter George Eno, nasceu em 1948 em Inglaterra, é músico, compositor e produtor musical. Uno é um dos maiores responsáveis pelo desenvolvimento da ambient music.

Eno é conhecido pelo uso de sintetizadores, usados em diversos trabalhos. Ele produziu vários álbuns com o grupo Roxy :Roxy Music (1972) e For Your Pleasure (1973). E compôs álbuns com o guitarrista Robert Fripp.

Em 1977 e 1978, produziu dois álbuns com a dupla alemã de krautrock Kluster, “Cluster & Eno” e “After the Heat”.

No final dos anos 1970, Eno produziu os três álbuns da chamada “Trilogia de Berlim”.

Eno também foi produtor de diversos álbuns dos U2, tais como: The Unforgettable Fire, The Joshua Tree, Achtung Baby, Zooropa, All That You Can’t Leave Behind e No Line on the Horizon.

Em 1981, produziu, com David Byrne (ex-Talking Heads) um álbum experimental de rock chamado My Life in the Bush of Ghosts .

Também trabalhou como produtor musical com Laurie Anderson, Coldplay, Paul Simon, Grace Jones, Talking Heads, etc.

Gary Numan

Gary Numan, pseudónimo de Gary Webb, nasceu em Londres em 1958. Numan é cantor, compositor e músico. É considerado um dos pioneiros da música electrónica.

Fundou os Tubeway Army e é famoso pelos hits Are ‘Friends’ Electric? e “Cars”, um clássico do new wave. Numan usa nas suas músicas temas de ficção cientifica combinados com a energia do punk e à electrónica. Numan influenciou diversos artistas.

Despeche Mode

Despeche Mode é uma banda inglesa de synthpop formada em 1980 na Inglaterra. A banda é considerada como uma das mais importantes bandas de música electrónico, tais como: Pet Shop Boys, New Order e Kraftwerk.

A banda é considerada como uma enorme influência de diversas bandas tais como: Smashing Pumkies, Linkin Park, etc. Possui também inúmeros fãs tais como Marilyn Manson, Jonny Cash, Trent Reznor, etc.

Depeche Mode era inicialmente formado por David Gahan, Martin L. Gore Andrew Fletcher e Vince Clarke). Porém Vince Clarke deixou a em 1981, foi substituído por Alan Wilder, membro de 82 a 95. Após a saída de Wilder, o Depeche Mode continuou a carreira como um trio.

Os Despeche Mode são conhecidos pelas suas técnicas de gravação e pelo uso de samplers.

O nome Depeche Mode foi baseado em uma revista francesa de moda que Dave Gahan costumava ler, já que antes de seguir a carreira de cantor, ele estudava para ser estilista.

Durante uma apresentação em Londres, a banda foi abordada por Daniel Miller, um músico electrónico e fundador da Mute Records, que estava interessado em gravar um single com a banda. O resultado foi Dreaming of Me, lançado em 1981.

Encorajados pelo surpreendente sucesso, a banda gravou um segundo single chamado New Life. Três meses depois, a banda lançou Just Can’t Get Enough que acabou por se tornar um enorme êxito.

Em 1982, a banda lançou See You, primeiro single sem Clarke. No mesmo ano, dois outros singles foram lançados, The Meaning of Love e Leave in Silence. Em Setembro, o segundo álbum foi lançado, A Broken Frame.

O terceiro álbum foi Construction Time Again (1983). O álbum representou uma mudança radical do grupo. Um bom exemplo do novo estilo da banda é o single, Everything Counts, cuja letra foca o capitalismo.

A banda também fez muito sucesso com o hit People Are People.

A maior transformação do Depeche Mode aconteceu em 1986, com o lançamento do single Stripped e o quinto álbum Black Celebration.

Em 1987, o álbum Music for the Masses reforça as mudanças no estilo da banda. O mundo que adorou e consagrou grandes hits como Strangelove, Never Let Me Down Again e Behind the Wheel.

No meio de 1989. a banda começou a gravar em Milão, o resultado foi o single Personal Jesus, completamente diferente das gravações anteriores.

Em 1990, é a vez do lançamento do single Enjoy the Silence e do álbum Violator. O single foi o mais bem sucedido de toda a carreira da banda.

Songs of Faith and Devotion é lançado em 1993 e rendeu umas das maiores turnês da história, a Devotional Tour. A longa duração da turnê, o abuso de drogas, as mudanças de comportamento de David Gahan devido seu vício em heroína e as constantes convulsões de Martin L. Gore geraram bastantes problemas na banda.

Gahan sofreu uma overdose e em 1996 decidiu internar-se num centro de reabilitação. Os Depeche Mode voltaram a gravar, após Gahan ter saído da clínica.

Em Abril de 1997, a banda lança o single It’s no Good.

Playing The Angel, lançado em 17 de Outubro de 2005, foi precedido pelo single Precious. Playing The Angel representa um retorno criativo e actualizado à música dos anos oitenta, sendo um dos melhores trabalhos do grupo em toda a sua carreira.

Em 2009, o álbum Sounds of the Universe é lançado, ficando em 1º lugar nas tabelas em 21 países.

Electro e música industrial

Os novos tipo de música electrónica impulsionaram a formação da música industrial, começadas por algumas bandas (Throbbing Gristle, Wavestar e Cabaret Voltaire).

Artistas como Nine Inch Nails aplicaram à música dance e rock, as inovações da música concreta. Surgiu também o synth pop (a música pop tocada com o predomínio de sintetizadores).

Ainda na década de 1980 desenvolveu-se o electro (forma de hip hop misturada com o timbre dos sintetizadores analógicos). O electro é mais associado ao hip hop e usado no breakdance, porém é uma variante da música electrónica.

Electronic Dance Music

O estilo foi uma espécie de ferramenta para os músicos diversificarem e desenvolverem novos tipos e timbres musicais.

 Com o sucesso da música disco, que atingiu seu auge em 1977, as seguintes decadas da música electrónica foram marcadas pelo surgimento da electronic dance music, que originou novas variantes como o techno, o house e o trance.

O aparecimento do techno e house music na década de 1980, aceleraram o progresso e a aprovação da música electrónica na indústria da música, introduzindo a música electrónica aos clubes nocturnos.

Actualmente, vários artistas, incorporam a música electrónica nas suas músicas, como exemplos: Black Eyed Peas, Beyonce entre outros.

Calvin Harris

Adam Wiles, conhecido como Calvin Harris é um produtor, musico e DJ escocês. Começou a trabalhar na industria da música aos 15 anos e aos 18 lançou os singles “Da Bongos” e “Brighter Days”. Em 2007 lança o seu primeiro CD chamado I Created Disco que mistura electroclash, disco music, pop e new wave. E em 2009 lançou o álbum Ready for the weekend.

Enquanto produtor, Harris já trabalhou com Kylie Minogue, Róisín Murphy e Sophie Ellis-Bextor.

Marilyn Manson

Marilyn Manson é uma banda de Industrial Rock (instrumentos típicos: guitarra, sintetizador, caixa de ritmos, sampler, etc.), que teve início em 1989. A banda foi criada por Brian Hugh Warner, que adoptou o mesmo nome artístico. Defensora do não-conformismo através de letras polémicas e de imagens controversas. É difícil categorizar a banda, uma vez que essa demonstra influências de muitos géneros de Rock, como David Bowie e Nine Inch Nails.

Anúncios

Uma resposta a Música Electrónica

  1. Alessandro Alves diz:

    Precusor da dance music foi Syd Barrett, com sua musica psicodelica, as pessoas dancavam as suas musicas, e so ver no youtube.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s